top of page

Agente de limpeza e treinadora: saiba quem era mulher encontrada morta no Rio Vermelho


A mulher encontrada morta no Rio Vermelho, em Salvador, na madrugada de sexta-feira (1º), Gabriela Cristina Santos, de 41 anos, era agente de limpeza pública pela prefeitura de Itaparica e treinava um time de futebol infantil.


O corpo da vítima foi encontrado em uma calçada no Largo de Santana, região boêmia da capital baiana, com marcas de facada. Segundo comerciantes do local, antes da mulher morrer, aconteceu uma briga iniciada no bar e terminada na rua.


No local do crime, pela manhã, foram encontrados estilhaços de garrafas quebradas espalhadas pelo chão. Até o momento ninguém foi preso.


Segundo familiares, Gabriela, também conhecida como Papuda, estava curtindo as férias do trabalho em Salvador. A vítima deixou duas filhas: uma de 15 anos e outra de 22. A mais velha estava grávida e ela se preparava para ser avô.


"Ela estava radiante com a notícia, falava para todo mundo que seria avó, estava comprando várias roupinhas para o bebê", contou a sobrinha Amanda Pedroso, ao g1.


Ainda não há informações sobre autoria ou motivação do crime. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios de Proteção a Pessoa (DHPP) e imagens de câmeras de segurança da região serão analisadas.


O corpo da vítima será sepultado neste sábado em Itaparica.

3 visualizações0 comentário

Коментарі

Оцінка: 0 з 5 зірок.
Ще немає оцінок

Додайте оцінку
bottom of page