top of page

Autores de chacina teriam alvo certo e mataram vizinhas que testemunharam crimes


A chacina aconteceu nas primeiras horas da manhã desta segunda (28), em Mata de São João.


Entre os seis adultos e três crianças mortas em duas residências vizinhas na manhã desta segunda-feira (28), em Mata de São João, Região Metropolitana de Salvador (RMS), apenas uma seria o verdadeiro alvo dos criminosos.


A vítima, um homem de prenome “Preá”, supostamente tinha envolvimento com o tráfico de drogas e estava na casa de uma namorada, em uma área dominada por um grupo criminoso rival àquele que ele fazia parte. A chacina aconteceu no Conjunto JK, zona rural da cidade.

Testemunhas afirmam que os criminosos chegaram na localidade a bordo de um carro e que invadiram a casa onde o alvo dormia. Os criminosos atearam fogo no imóvel. Não se sabe se os mortos, incluindo "Preá", foram feridos a tiros antes de terem seus corpos carbonizados. Os cadáveres ainda passarão por perícia. Duas mulheres que seriam vizinhas da casa onde o homem estava teriam ido até o imóvel ao ouvirem barulhos. Elas supostamente foram vistas pelos criminosos e, em seguida, executadas na residência onde moravam. Uma adolescente de 12 anos que estava na casa incendiada sobreviveu e teve mais de 50% do corpo atingido pelas chamas. Ela foi levada para um hospital de Mata de São João e, em seguida, transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana. Um bebê que estava em uma das casas foi levado pelos criminosos e abandonado em uma estrada de Mata de São João. A criança foi resgatada por moradores e entregue ao restante da família.

2 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page