top of page

Biel chora, chuta garrafas e vai para o vestiário ao ser substituído no primeiro tempo.

Atacante foi sacado por Ceni após expulsão de Camilo Cándido, aos 20 minutos da primeira etapa

O início do jogo entre Bahia e Cuiabá, pela 33ª rodada da Série A, na noite desta quinta-feira, foi marcado por uma cena inusitada. Ao ser substituído depois da expulsão do lateral Camilo Cándido, aos 20 minutos do primeiro tempo, Biel saiu revoltado de campo, chutou garrafas e chorou a caminho do vestiário. O Esquadrão terminou o jogo derrotado por 3 a 0. Aos 19 min do 1º tempo - cartão vermelho direto de Camilo Cándido do Bahia contra o Cuiabá Toda essa reação se deu após Cándido colocar a mão na bola para evitar o gol de Deyverson, quando o Cuiabá dominava as ações da partida. A atitude do lateral resultou em um cartão vermelho, que obrigou Rogério Ceni a mexer no time. Luciano Juba foi o escolhido para entrar em campo. Depois de pouco mais de quinze minutos, Biel voltou ao campo para acompanhar a partida ao lado dos companheiros. Enquanto estava no vestiário, Deyverson cobrou o pênalti e abriu o placar para o Cuiabá. Biel tem 43 partidas disputadas pelo Bahia em 2023. O jogador marcou onze gols e contribuiu ainda com sete assistências, números que o colocam como um dos destaques do time na temporada.

Na entrevista coletiva após a partida, o técnico Rogério Ceni explicou e substituição e disse ter conversado com Biel durante o intervalo da partida. O treinador garantiu que está tudo bem entre eles.

- Acho que ele ficou nervoso. Ninguém quer sair do jogo com 20 minutos. Qualquer um vai ficar chateado. O cara se prepara para jogar 90, 60 minutos. No último jogo fomos com Cauly e Everaldo por dentro.


O que tentamos foi ter três homens no meio, com Cauly de ligação para Everaldo. E o Juba seria o homem para ligar pelas pontas. Poderia ter escolhido o Cauly (para sair), que também não teve uma noite boa.


Mas tinha que tomar uma decisão ali aos 20 minutos. O Cauly como armador acho que domina mais a posição, mas é uma escolha difícil. O que eu não podia era deixar os tês em campo, e com um jogador a menos. Poderia ter ficado Biel e Everaldo, mas acho que se estivessem os três, poderíamos ter sofrido o gol mais cedo - disse Rogério Ceni. "Conversei no intervalo com ele. Ele disse que era porque ele é o mais jovem, é compreensível a indignação. Ninguém quer sair com 20 minutos" completou.

Sem muito tempo para lamentar a derrota, o Bahia já volta a campo neste domingo. O adversário da vez é o que o Athletico, em compromisso marcado para as 18h30 (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova (ingressos estão à venda

1 visualização0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page