top of page

Guardas municipais são acusados de agredir e torturar vendedor de água Salvador


Um vendedor ambulante foi agredido por guardas municipais nas proximidades da Praça Maria Felipa, na região do Elevador Lacerda, no bairro do Comércio, em Salvador, na quarta-feira (13). Outros trabalhadores que presenciaram o ocorrido filmaram parte da agressão sofrida pelo vendedor de água. O caso foi registrado na Central de Flagrantes.


Durante a abordagem feita pelos guardas, o homem correu em busca de ajuda para uma base da Polícia Militar (PM). No entanto, ele foi enquadrado pelos agentes municipais, e, já imobilizado na unidade policial, foi atingido por disparo de uma arma de choque feito por um dos guardas, sem nenhuma intervenção dos militares. Além disso, testemunhas relataram que antes do ocorrido, um guarda chegou a atirar para o alto. 


Em entrevista à TV Bahia, afiliada da TV Globo, o vendedor agredido relembrou o ocorrido. Depois de ser rendido na unidade móvel policial, ele teria ficado sob o poder dos guardas pelo menos por três horas.


“Os guardas já chegaram alterando tudo, xingando, dando palavrão, ameaçando. Aí, eu fui gravar com o celular, eles pegaram e ficaram com mais raiva porque eu gravei. E aí começaram a me agredir, me torturaram, me espancaram. Me levaram lá para a Ladeira da Montanha também, me mandaram pegar [nas partes íntimas deles]. Me bateu, me agrediu muito. Foi tiro de choque, foi murro. Foi tapa, foi cacetada”, disse a vítima.


Procurada pela reportagem, a assessoria da Guarda Civil Municipal informou que os agentes da Instituição que atuam no Elevador Lacerda informaram a um vendedor de água sobre a impossibilidade de comercialização na área de circulação, fato inclusive de conhecimento do ambulante.


“Revoltado com a orientação, o vendedor passou a xingar e ameaçar um dos agentes, informando conhecer o local de sua moradia. Sendo então comunicado que seria conduzido para a Delegacia, momento em que reagiu a prisão, sendo necessária a utilização de pistola de condutividade elétrica, bem como algemação”, diz trecho da nota.

Ainda de acordo com a Guarda Municipal, ambulantes que atuam no local atiraram pedras contra os agentes, que conseguiram dispersar os envolvidos. O detido foi levado a uma UPA, para retirada dos dardos, e posteriormente apresentado na Central de Flagrantes.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page