top of page

Julgamento pode suspender dono do Botafogo por 360 dias; saiba detalhes


Dono da SAF do Botafogo, o americano John Textor pode ser suspenso por 360 dias pelas declarações feitas após a derrota para o Palmeiras, no Brasileirão do ano passado. O julgamento no STJD terá sequência nesta quinta-feira (18), e o empresário vai participar de forma virtual.


O julgamento foi iniciado semana passada, em sessão realizada em São Paulo, mas foi interrompido porque Felipe Belivacqua, vice-presidente do STJD, que pediu vista de processo para ter mais tempo para analisar as evidências.


Textor foi denunciado três vezes no artigo 243-F (ofensa à honra) e uma no 258-B (invadir local destinado à equipe de arbitragem ou o local da partida). Com isso, ele é enquadrado no artigo 184 (quando o agente pratica duas ou mais infrações, acumulam-se as penas).

Duas das denúncias no 243-F foram agrupadas. Somadas as punições máximas, o americano pode ser suspenso por até 360 dias.


RELEMBRE O CASO

Após a derrota do Botafogo para o Palmeiras, na temporada passada, Textor acusou a arbitragem de corrupção e roubo. O empresário ainda cobrou a renúncia do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.


“O mundo todo viu, isso não é cartão vermelho. Ele (Adryelson) pegou a bola primeiro. Não tenho certeza nem se foi falta. Mas não é cartão vermelho, ele mudou o jogo. Isso é corrupção, isso é roubo. Por favor, me multa, Ednaldo, mas você precisa renunciar amanhã de manhã. É isso que precisa acontecer. Esse campeonato se tornou uma piada. Ninguém merece isso, esses jogadores do Palmeiras não querem ganhar desse jeito, nós não queremos perder desse jeito. São cinco jogos seguidos. Senhores, vocês jogaram um bom jogo, não é culpa de vocês, mas isso é corrupção”, afirmou à época.


Inicialmente, Textor foi punido por 30 dias de maneira preventiva. Após julgamento, a suspensão aumentou para 35 dias, mas o Botafogo conseguiu efeito suspensivo para que ele pudesse acompanhar a reta final do Brasileirão. O processo voltou a ser julgado agora.



1 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page