top of page

Líder de milícia de Zinho morre e material de combate é apreendido após confronto


Um dos líderes da milícia de Zinho foi morto após confrontar agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco) no último domingo (24). Identificado como Fabrício da Guia Mendes da Silva, o indivíduo era conhecido como Mendes, que seria responsável por chefiar a organização criminosa na comunidade Reta da Base, em Santa Cruz.


No momento do fato, ele estava em um motel, em Sepetiba. Na tentativa de fuga, o rapaz atirou nos policiais e foi baleado. Além disso, ele foi encaminhado ao Hospital Pedro II, mas não resistiu e morreu na madrugada de segunda-feira (25).


Ele ainda deixou um policial civil ferido no braço por estilhaços, além de outro atingido por disparos nos braços e no peito, este último acertando o colete balístico. 


Um fuzil, uma pistola, coletes balísticos, aparelhos celulares e um veículo roubado e adulterado foram apreendidos. O miliciano, que estava foragido desde 2020, possuía dois mandados de prisão preventiva em aberto por crimes de constituição de milícia, associação criminosa, receptação e roubo.

1 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page