top of page

PMs vão a júri popular pela morte do menino Joel, em Salvador


Um ex-soldado e um tenente da 40ª Companhia Independente da PM (CIPM), denunciados pela morte de Joel da Conceição Castro, de 10 anos, vão a júri popular no dia 6 de maio. O pequeno foi morto em novembro de 2019 durante uma ação policial no Nordeste de Amaralina, em Salvador.


O júri popular vai acontecer no Fórum Ruy Barbosa, na capital baiana, e deve durar cinco dias, conforme informações publicadas pelo jornal CORREIO. Nove agentes da 40ª CIPM foram denunciados em janeiro de 2011 por crime doloso triplamente qualificado, cuja pena pode chegar a 40 anos de reclusão.


Joel foi baleado no rosto na residência onde morava, no momento em que se preparava para dormir. À época do crime, uma testemunha relatou que o pai da vítima saiu do imóvel pedindo socorro e com o filho nos braços, mas que foi ameaçado de morte por um dos suspeitos, que exigiu que ele retornasse.


O garoto fazia parte de um grupo de capoeiristas e se preparava para viajar com o pai para a Itália. Ele também já havia participado de uma campanha do Governo da Bahia.

0 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page