top of page

Relatório final da CPI do MST deve pedir indiciamento do deputado Valmir Assunção


O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra que está sendo escrito pelo deputado federal Ricardo Salles (PL) deve indiciar o parlamentar baiano Valmir Assunção (PT), que é membro titular do colegiado. No documento, ao menos 15 nomes devem ser incluídos.

Segundo apuração do jornal O Globo, Valmirdeve ser incluído como um líder do movimento na região do sul da Bahia e será apontado como responsável por abusos contra os sem-terra, como promover trabalho compulsório sem remuneração. Dois assessores do deputado federal também devem constar no relatório do ex-ministro do Meio Ambiente.

Em nota, Valmir disse que a denúncia é "infundada" e seria uma tentativa de criminalizar o movimento e os seus ativistas. "Não vamos ser intimidados por ações e práticas fascistas. Um relatório que visa criminalizar os movimentos sociais e quem luta por reforma agrária é o desespero bolsonarista para render projeto político derrotado, declarou.




4 visualizações0 comentário

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page