top of page

Um dos médicos executados no Rio é baiano


Um dos médicos que foram mortos a tiros na madrugada desta quinta-feira (5)em um quiosque na Barra da Tijuca, no Rio, é da cidade de Ipiaú e formado pela Faculdade Zarns Salvador (antiga Medicina FTC). Perseu Ribeiro Almeida, de 33 anos, foi morto na companhia dos colegas Marcos de Andrade Corsato, 63, e Diego Ralf Bonfim, 35, irmão da deputada Samia Bonfim, do PSOL-SP.


Os três médicos estavam na cidade para um congresso internacional de ortopedia e tiraram uma foto bebendo juntos antes de serem mortos. Um outro médico, identificado como Daniel Sonnewend Proença, também foi ferido e levado para um hospital. O estado de saúde dele é desconhecido.


Os médicos foram abordados por homens que chegaram armados a bordo de um carro nas proximidades do local do crime. Três suspeitos vestindo roupas pretas desceram do automóvel e caminharam em direção às vítimas. Os criminosos fugiram após a ação que durou menos de um minuto. Uma câmera de segurança registrou a ação criminosa.


A Polícia Civil do Rio de Janeiro diz que ainda apura a motivação do triplo homicídio, mas uma das linhas de investigação é execução, já que nada foi levado dos três profissionais.

Perseu ingressou na Faculdade Zarns Salvador em 2012 e se formou em 2017.


No ano seguinte, fez residência médica em Ortopedia e Traumatologia no COT Hospital. Ele já atuou no Hospital Geral do Estado (HGE), Hospital Agenor Paiva, ambos em Salvador, e nos hospitais Prado Valadares, em Jequié, no sudoeste baiano, e na Clínica de Ortopedia e Traumatologia de Ipiaú.


*Mais cedo foi informado que o médico havia se formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Perseu, no entanto, concluiu a formação profissional na Faculdade Zarns Salvador

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page